.
Estas simples reflexões tiveram como origem uma necessidade interior e uma busca dos meus valores de vida e da minha própria verdade. Foram ressurgindo numa nova descoberta, numa vontade enorme de desvendar o maior segredo da vida. Na busca constante do meu equilíbrio e da verdade. - Ana Paula Oliveira

Uma coisa de cada vez - Por Ana Paula Oliveira

A vida é como se fosse um rio, que corre por entre penhascos e pedras, sobre eles vai rolando, umas vezes calma outras velozmente.


"Não empurre o rio. Ele irá viajar à sua velocidade de qualquer maneira"
Não é necessário empurrá-lo, ele viaja à sua velocidade mesmo que haja contratempos, ele tem de fluir, ultrapassar, desviar, mas sempre sem parar, caminha. Estes contratempos serão as suas lições pelo caminho da sua vida.
Assim, como os rios, um diferente do outro, é também a nossa viagem espiritual no tempo.

Tudo que encontramos no caminho, deve ser recebido como lições que têm que ser aprendidas.

Pessoas e situações têm um propósito muito mais elevado, do que possamos por vezes percepcionar.



Tudo acontece na altura certa, não podemos antecipar.

Quando por vezes antecipamos algo, pode trazer infelicidade, pela nossa falta de paciência.

Uma coisa de cada vez
Por Ana Paula Oliveira

Poderá gostar de conhecer:

 Modalidades mediúnicas – Por Luiz de Mattos